Um alerta sobre a indústria “pseudo-acadêmica”

O New York Times publicou um artigo interessante alertando sobre a indústria de conferências e revistas científicas “predatórias” que tem proliferado recentemente, constituindo o que eles chamam de mundo “pseudo-acadêmico”. Algumas revistas cobram dos autores até US$ 2,700 para a publicação dos artigos, mas a cobrança só é revelada no meio do processo de publicação.

De fato, já havia notado que o aumento no número de spams convidando para publicar em revistas novas, participar de conferências dos mais variados tópicos, publicar livros, ou ser membro de conselho editoriais. O número de convites talvez até pudesse fazer bem para ego, exceto que a maioria dos convites são para conferências em desenvolvimento de medicamentos, o que não tem nada a ver com a minha área de pesquisa. Ou seja, os convites são obviamente enviados em massa, sem qualquer discriminação.

Essa indústria obviamente existe porque há “consumidores” atrás de mais publicações e itens para o currículo. O problema são as táticas que ela usa, que vai desde taxas ocultas até o uso impróprio de nomes de pesquisadores para dar maior legitimidade às conferências.

Anúncios

Sobre Eduardo Yukihara

Pesquisador | Professor | Autor
Galeria | Esse post foi publicado em Sugestões de leitura e marcado , . Guardar link permanente.

Dê também a sua contribuição ou sugestão.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s