O que faz uma apresentação oral efetiva?

Recentemente participei de uma conferência que me deixou muito otimista quanto ao futuro dos encontros científicos. Apesar das várias apresentações convidadas por especialistas ilustres, os destaques foram os jovens pesquisadores: estudantes de mestrado e doutorado que, através de apresentações muito bem preparadas e efetivas, mostraram como tornar os encontros científicos interessantes.

Analisando em retrospecto essas apresentações, listo os elementos que as tornaram efetivas e interessantes.

12A_5491

Em primeiro lugar, eu diria, está a base científica sólida. Uma apresentação efetiva, clara e bem fundamentada torna também evidente os problemas com o método cientifico, com os dados e com as conclusões.

Em segundo lugar, ficou claro que as apresentações eram resultado de equipe. Nos hotéis e corredores, presenciei estudantes e orientadores discutindo os detalhes finais das apresentações e dos pontos a serem comunicados para a audiência. As apresentações combinavam o esforço e a motivação dos estudantes com a ajuda dos orientadores na sua preparação.

Em terceiro lugar, transpareceu o treino dos apresentadores. As apresentações eram fluidas, bem preparadas e praticadas. Houve cuidado por parte dos estudantes em comunicar efetivamente, um a um e sem pressa, os pontos principais. A mensagem estava clara. Os estudantes provavelmente praticaram as apresentações com antecedência, 2-3 vezes na frente do grupo de pesquisa ou do orientador e inúmeras vezes sozinhos no quarto de hotel (como foi o caso dos meus estudantes).

Outros pontos que me pareceram contribuir para a comunicação efetiva:

  •  A motivação e relevância do problema eram mostrados de forma clara. É muito difícil fazer a audiência prestar atenção nos detalhes se ela não entendeu nem o objetivo do problema e da apresentação.
  • A informação dos slides estava clara e legível, em fonte de fácil leitura mesmo à distância. Além disso, os slides traziam escrito somente os tópicos importantes para lembrar o que deve ser falado.
  • As informações eram apresentadas uma por vez. Os gráficos, textos e outros elementos apareciam conforme a explicação do apresentador, não todos ao mesmo tempo.
  • Os gráficos ou tabelas eram explicados em detalhes com voz alta e pausada. Por exemplo, os apresentadores diziam o que os eixos representavam, como os dados foram obtidos, as conclusões que podiam ser tiradas e a implicação para o problema investigado.

Alguns cuidados a serem tomados:

  • Evite afirmações sem fundamentação ou exageradas. Um dos apresentadores, por exemplo, concluiu que o método era simples e confiável, sem nunca ter demonstrado de que forma o método era confiável.
  • Certifique-se de que a apresentação cabe no tempo alocado para não ter que concluí-la com pressa ou prematuramente. Para isso, pratique. Uma dica para apresentação é de em média um minuto por slide.

Outro ponto que me chamou a atenção foram as diferentes formas de apresentar o “outline”. Algumas apresentações colocavam o “outline” no segundo slide e incluíam “introdução” e “conclusão” nos itens listados. Isso não me pareceu efetivo por dois motivos. Em primeiro lugar, como o problema não foi introduzido, a audiência ainda não consegue entender a relevância dos itens a serem discutidos, listados no “outline”. Além disso, dizer que a apresentação inclui uma introdução e conclusões me parece um detalhe óbvio que deveria ser omitido por não contribuir para tornar a apresentação mais clara.

Uma forma que me pareceu mais efetiva é a seguinte. Introduzir de início o problema e a motivação. Só então,apresentar os pontos que serão tratados (e.g. pontos investigados). Em seguida, mostrar os resultados e a discussão.Por fim, a conclusão, repetindo os principais pontos do trabalho.

Na área de comunicação efetiva, há muitos pesquisadores experientes que poderiam aprender mais com os “novatos”.

Leia também:

Contribuiu para este artigo: Emico Okuno.

Anúncios

Sobre Eduardo Yukihara

Pesquisador | Professor | Autor
Galeria | Esse post foi publicado em Conferências e palestras e marcado , , . Guardar link permanente.

Dê também a sua contribuição ou sugestão.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s