Buscando uma posição de pós-doutorado

Tanto no Brasil quanto nos EUA o pós-doc (pós-doutorado) é na prática um emprego temporário. Qual o objetivo do pós-doc e como encontrar uma posição de interesse tanto no Brasil como no exterior?

O pós-doc é uma fase bastante interessante da carreira, oferecendo a liberdade de explorar outras direções e experimentar um outro ambiente de trabalho.

DSC_3372

O objetivo do pós-doc é ajudar o estudante a fazer a transição de aluno de doutorado para professor. No doutorado, em geral nos dedicamos a um projeto bastante específico e com a profundidade necessária. Como professor, precisamos ter uma visão bem mais geral da área de pesquisa que queremos atuar e ser capaz de direcionar a nossa pesquisa apropriadamente. A fase de transição do pós-doc nos permite trabalhar em outros projetos para expandir os nossos horizontes de pesquisa, aumentar o número de publicações e apresentações em conferências para ter um currículo competitivo, e criar uma rede de contatos profissionais.

O pós-doc não tem um perído pré-determinado (exceto o limite dado pelas agências de fomento). Essa fase pode durar de 1 ano até muitos anos, dependendo apenas da disponibilidade de suporte (i.e., limite da bolsa de pós-doc ou do projeto de pesquisa) e do sucesso do candidato em encontrar uma posição permanente.

Três anos é um período ideal. O primeiro ano é em geral pouco produtivo em termos de publicações, pois é difícil começar um projeto novo e obter resultados publicáveis em período tão curto. No entanto, o segundo ano tende a ser bastante produtivo, uma vez que o estudante já está familiarizado com o laboratório e com o projeto de pesquisa. O foco do terceiro ano tende a ser em apresentações em conferências e à busca de uma vaga na indústria ou em universidades.

No Brasil, o estudante de doutorado prestes a defender sua tese deve buscar um grupo de pesquisa e escrever um projeto para obter uma bolsa de uma das agências de fomento (e.g. FAPESP, CNPq). Alguns grupos de pesquisa podem ter projetos temáticos com uma vaga de pós-doc associada. Os pedidos são solicitados pelo supervisor e a duração da bolsa pode ser de 2 anos e prorrogáveis por mais 2 anos no casa da FAPESP e de 6 a 12 meses, prorrogáveis por mais 12 meses no caso de bolsa pós-doc júnior (com título de Dr. há menos de 7 anos) do CNPq. Se o título de Dr. foi obtido há mais de 7 anos, a bolsa do CNPq é do tipo sênior e o candidato pode ser o proponente e responsável pelo pedido.

Nos EUA, o pós-doc está em geral associado a um projeto de pesquisa; o estudante não precisa escrever um projeto próprio. A seleção dos candidatos é realizada pelo professor (ou pesquisador) responsável e é informal, tipicamente baseada no currículo, publicações e entrevista (telefone ou Skype). A duração depende apenas do desempenho do estudante e da disponibilidade de fundos de pesquisa do professor responsável.

A melhor opção para realizar um pós-doc é estabelecer uma relação pessoal com membros do grupo ou dos grupos de pesquisa de interesse já durante o doutorado. Essa interação pode ser através de visitas de curta ou longa duração (usando, por exemplo, verba da reserva técnica), participação em cursos ministrados pelo professor do grupo de interesse, ou contatos durante conferências. É sempre mais seguro ter alguém que confia no seu trabalho e com quem você sabe que pode interagir de forma produtiva.

Na ausência de interação prévia, a opção é fazer um pedido diretamente. Muitas vagas de pós-doc são anunciadas em revistas científicas (e.g., Physics Today) ou através de canais profissionais (e.g. mailing list de uma conferência ou grupo de trabalho).

No entanto,  cada dia mais um número crescente de estudantes me contacta diretamente por e-mail perguntando sobre vagas de pós-doc. Alguns aplicantes têm uma experiência bastante alinhada com a nossa área de pesquisa e um currículo interessante, embora a proficiência em inglês seja um obstáculo em muitos casos.

Portanto, as sugestões (um pouco óbvias) são:

  • Busque um grupo de pesquisa ativo (diferente do seu grupo de doutorado).
  • Estabeleça contatos prévios com os grupos de interesse sempre que possível.
  • Contate diretamente os grupos de pesquisa que você tem interesse em fazer um pós-doc explicando a sua experiência e o seu interesse no grupo.
  • Tenha claro o que você pretende atingir com o pós-doc. Isso pode ser útil para a aplicação, para a entrevista e para o seu sucesso durante o período de pós-doc.
  • Tente estabelecer sua reputação já durante o período de doutorado, não apenas com os pesquisadores do grupo de interesse, mas com todos que possam servir de referência.

Contribuiu para este artigo: Emico Okuno.

Sobre Eduardo Yukihara

Pesquisador | Professor | Autor
Galeria | Esse post foi publicado em Carreira profissional e marcado . Guardar link permanente.

2 respostas para Buscando uma posição de pós-doutorado

  1. Valdo disse:

    Posdoc NĀO É estudante!

    Curtir

Dê também a sua contribuição ou sugestão.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s