Como escrever corretamente unidades de grandezas, suas abreviações, equações e números

Ao escrever corretamente as unidades de grandeza, suas abreviações, equações e números seu trabalho pode ser valorizado. Cada revista tem seu próprio estilo, mas os itens acima referidos em geral seguem as regras internacionais que podem ser encontradas no site do NIST (em inglês) ou do INMETRO (em português).

A abreviação correta do prefixo quilo é “k” e não “K” (e.g., km, kg, kV etc.). É errado usar abreviações no plural acrescentando a letra s, como em “kms”, “kgs” etc. As abreviações de unidades devem ser escritas com fontes em caracteres retos (km) e não em itálico (km). Entre o valor numérico e sua respectiva unidade colocar sempre um espaço: 5 km, 2 kg etc.

Com relação aos eixos dos gráficos, as unidades das grandezas são frequentemente apresentadas em formas impróprias, com por exemplo:

  • Errado: Photon energy (kev) ou (KeV) ou (keVs)
  • Correto: Photon energy (keV)
  • Errado: Angle (degrees)
  • Correto: Angle (degree)
  • Errado: Cross section barns/steradian
  • Correto: Cross section (b/sr)
  • Errado: Stopping power in MeV.cm2g-1
  • Correto: Stopping power (MeV ∙ cm2 ∙ g-1)

A unidade de velocidade, por exemplo, deve ser escrita: m/s ou m ∙ s-1 (observe o pontinho no meio), para não confundir com ms-1 (1/milisegundo).

Outra forma de escrever unidade que pode trazer dubiedade é usar o sinal de divisão mais de uma vez como em m/s/s em vez de m/s2 ou m ∙ s-2.

Em português, quando se usa o prefixo micro ou nano, a forma correta por extenso é micrometro (μm) ou nanometro (nm), isto é, o acento tônico recai na grandeza para não confundir com equipamentos de medida: micrômetro e nanômetro.

A inclusão de incerteza deve ser escrita como: (155 ± 3) kg e não 155 ±3 kg.

Ou ainda (70 ± 5) % e não 70 ± 5 %.

Quando escrito por extenso em textos, os nomes dos cientistas usados nas unidades é escrito em letra minúscula como: newton, curie, becquerel, gray , sievert, bel ou decibel etc. Para o plural, acrescenta se um s no final do nome:  newtons, curies, becquerels, grays , sieverts, bels ou decibels etc.

O sinal de vezes × deve ser usado para escrever multiplicação de dois números ou de um número com potência de 10:

13 × 25 em vez de 13 ∙ 25

5 × 1012 em vez de 5 ∙1012 ou 5. 1012

As equações são em geral escritas em itálico. O logaritmo neperiano se escreve ln (não itálico). A letra d usada em diferencial ou derivada costuma também não ser em itálico.

Leia também:

Anúncios

Sobre Emico Okuno

Emico Okuno é Professora Sênior do Instituto de Física da Universidade de São Paulo. Possui bacharelado e licenciatura em Física pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras da Universidade de São Paulo (1960) e doutorado em Física pela Universidade de São Paulo (1971). É autora ou co-autora de diversos livros didáticos de ampla utilização nas universidades do Brasil, inclusive os livros “Física para Ciências Biológicas e Biomédicas”, “Radiação: Efeitos, Riscos e Benefícios”, “Desvendando a Física do Corpo Humano: Biomecânica” e o mais recente “Física das Radiações”. Ela tem mais de 70 artigos publicados em revistas científicas internacionais e serve regularmente como revisora de artigos para diferentes revistas científicas e projetos de pesquisa para agências como a FAPESP e o CNPq.
Galeria | Esse post foi publicado em Redação científica e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Como escrever corretamente unidades de grandezas, suas abreviações, equações e números

  1. Alda Barbosa disse:

    A partilha de informação, na era do conhecimento é um competência, para além de aumentar o ego de quem o faz. “Quem ensina aprende mais, Quem partilha recebe em dobro”. Sou a Alda Barbosa, angolana , licenciada em economia na faculldade de economia na universidade de Coimbra e mestranda em GRH, na Escola de Altos Estudos também em Coimbra.

    Curtir

  2. Braulio Dantas disse:

    Prof. Okuno, Obrigado pela luz, realmente tratamos muito mal o SI, até mesmo sendo profissionais da área! Ainda não está nos dicionários e o Inmetro está fazendo umas trapalhadas como recomendar o uso de kilometro (kilomÉtro) no lugar de quilÔmetro, mas até decidirem o que fazer com o k repatriado escreverei quilograma, quilômetro, quiloohm, … Quanto aos prefixos também são muito mal tratados, mas temos o miliSSegundo e o microSSegundo sendo escrito errado até pelo Inmetro (que insistem em se auto-denominar INMETRO sendo sigla impura…). Quanto aos novos prefixos, as traduções que eu recomendo para o português são: atto -> ato, femto -> fento, yocto -> iocto, yotta -> iota, apesar de não traduzirmos os nomes das unidades quando derivadas dos nomes próprios dos cientistas, acredito que a tendência para os prefixos será outra. Se a reintrodução do k vai nos trazer o kilograma e o kilômetro de volta só o tempo dirá.

    Curtir

Dê também a sua contribuição ou sugestão.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s